Micro-corrente Facial e Corporal



A pele é formada por três camadas epiderme, derme e hipoderme que quando saudáveis garantem uma aparência jovem com apenas marcas de expressão suaves. A idade , o estresse e as agressões do meio externo ( como sol, e a poluição por exemplo ) misturam - se num coquetel explosivo que ataca o núcleo das células da epiderme. Esse ataque inibe a produção regular de colágeno e elastina; substâncias responsáveis pela sustentação dos sentidos. Com essa linha de produção alterada, surgem as rugas.

Os sulcos que aparecem na epiderme, a parte visível da pele na realidade são frutos do afundamento da derme.

Quando essas camadas, que deveriam ser regulares, ficam desniveladas, os sinais do tempo se manifestam. É por isso que as empresas lançam aparelhos com correntes de maior poder de penetração nos tecidos, capazes de estimular a produção de colágeno e elastina.

A micro corrente é uma técnica de elétrica de baixa intensidade. Seu objetivo principal é estimular por terapia biocondutiva a epiderme, derme, tecido celular subcutâneo e muscular. Trata-se de um tipo de corrente que tenta se aproximar, o máximo possível , dos influxo nervosos do corpo humano.

Indicado:

Na face a micro corrente pode ser utilizada para a revitalização cutânea, para protocolos de acne vulgar, Pré e pós operatório, revitalização cutânea, rejuvenescimento, cicatrização, contraturas, dores musculares faciais, na drenagem linfática facial (massagem), na desintoxicação tecidual, no combate à flacidez muscular e no controle do foto envelhecimento.

No corpo a micro corrente tem como ajudar no tratamento da flacidez corporal e auxilia nos tratamentos de redução de estrias através do estímulo ao aumento da produção de colágeno e elastina,ajuda no combate da celulite e gordura localizada, promovendo a redução da volemia corporal (drenagem tissular). Essa técnica tem indicação plena para os casos de pessoas com sobrepeso e várias regiões com disfunções estéticas, devendo ser aplicada no início dos tratamentos corporais. Atua de forma direta com a penetração de ativos específicos, promovendo ativação do metabolismo e auxilia a normalização do sistema circulatório, uma das grandes causas dos problemas da Celulite.


Efeitos fisiológico:

- A técnica consiste em estimular os fibroblastos, células fixas do tecido conjuntivo, que sintetizaram as fibras do colágeno, elastina e reticulina.
- Estimula a microcirculação sanguínea e linfática cutânea.
- Há um aumento significativo na produção trifosfato-adenosina - atp ( uma forma de energia da célula )
- Proporciona melhora na qualidade da pele.
- Com este tratamento é possível associar outras técnicas, como ionização como princípios ativos hidrolisados com ação hidratante e estimulação muscular.


Facebook Favorites